Skip to content
Menu

As cozinhas sempre foram mais do que apenas um lugar para cozinhar. As cozinhas assistiram a reuniões familiares, longas conversas após o jantar, conversas interessantes e, acima de tudo, festivais de comida.

A iluminação LED para cozinhas é uma ideia fantástica, uma vez que oferece grande flexibilidade. As luzes LED podem ser usadas para iluminação geral ou ambiente, bem como para iluminação de realce.

A iluminação desempenha um papel importante quando se trata de decoração e a sua cozinha não é excepção. Aqui estão algumas ideias para iluminar uma cozinha.

Ideias para iluminar uma cozinha

A cozinha é um local onde se realizam várias atividades ao longo do dia e, portanto, tornou-se um espaço em que a iluminação específica para cada uma destas práticas deve ser refletida. É importante que a iluminação seja orientada para alcançar uma atmosfera acolhedora e amigável através da combinação de luzes.

Idealmente, três níveis de iluminação LED devem ser utilizados numa cozinha:

Considerando que a maioria das cozinhas estão localizadas em espaços bastante grandes ou mesmo abertos, a opção de poder brincar com a intensidade da iluminação é uma vantagem. Assim, podemos optar por acender a cozinha com luzes LED, uma vez que estas são reguláveis e podem assim ser ajustadas às necessidades de cada canto de uma cozinha.

Vamos ver as diferentes opções que temos para iluminar a nossa cozinha e tirar o máximo partido dela.

1. Iluminação de uma cozinha a partir do teto.

Será responsável pela iluminação ambiente ou geral. No que diz respeito ao tom da luz, é bastante comum optar por tons frios à medida que melhoram a visibilidade e o nível de concentração, o que é muito útil para evitar acidentes. No entanto, nada nos impede de optar por luzes mais quentes se quisermos criar uma atmosfera mais acolhedora.

Projetores e focos de encastrar LED

Atualmente são a principal fonte de iluminação, deslocando os antigos tubos fluorescentes na maioria das cozinhas. Os downlights LED que estão encastrados no teto são a melhor opção, uma vez que não requerem manutenção e têm uma duração de vida até 50.000 horas. Em outras palavras, supondo que nunca apagássemos a luz, elas durariam mais de 5 anos! Se não quisermos fazer furos no teto, podemos utilizar os plafons LED instalados à superfície.

Candeeiros suspensos de cozinha

Estes candeeiros suspensos ainda são muito populares nas cozinhas, especialmente nas ilhas, uma vez que fornecem luz quente e ambiente. O seu ângulo de abertura é geralmente menor do que as luzes LED embutidas, permitindo uma iluminação geral mais equilibrada. Felizmente, hoje em dia existe uma grande variedade de candeeiros de design que poupam energia e não poupam em estilo. Recomenda-se colocá-los acima da linha de visão de uma pessoa, para que não obstrua a visão geral.

Um truque é colocar um tubo de vidro com lâmpadas sobre a ilha da cozinha, uma vez que acrescenta um toque de estilo decorativo, bem como uma filtragem suave e difusa da luz através do vidro.

Luz LED para molduras

As Fitas de LED podem ser utilizadas para destacar características arquitetónicas, tais como as típicas molduras côncavas que vemos em algumas cozinhas.

Focos LED em carril

Alguns tetos não podem ser equipados com luzes embutidas, ou são demasiado altos para que possam fornecer iluminação funcional suficiente. Nestas situações, uma opção muito interessante é a iluminação de trilhos em que vários projetores LED podem ser instalados.

 2. Como iluminar a área de trabalho da cozinha e as bancadas

Este tipo de iluminação é utilizado em áreas de trabalho ou áreas que necessitam de mais luz. Os LEDs são geralmente a melhor escolha para estes pontos, uma vez que não aquecem como as lâmpadas incandescentes. Existe a facilidade de esconder os cabos de modo a que fiquem escondidos da vista e de direcionar a luz para baixo de modo a iluminar diretamente a superfície.

Armários de bancada

As luzes LED são ideais para iluminação de armários porque, ao contrário do halogéneo, os LED permanecem frios, pelo que não há perigo de sentir o calor das lâmpadas ou dos holofotes enquanto se trabalha por baixo deles.

3. Iluminação de mobiliário de cozinha.

A iluminação do mobiliário de cozinha pode ser uma opção útil e funcional que contribui para a decoração deste espaço.

Luzes LED para os armários da cozinha

A iluminação do interior dos armários de cozinha é muito útil. Para realizar este tipo de instalação, podemos escolher entre fitas de LED ou luzes com as quais podemos esconder a cablagem na parte superior do armário. É também uma ótima ideia para gavetas, onde guardamos os utensílios de cozinha. As gavetas necessitam de um tipo de iluminação mais funcional, ao contrário das prateleiras flutuantes, por exemplo, onde a luz é mais ornamental do que prática.

Se o armário ou prateleira tiver portas de vidro, o resultado é muito atrativo.

Prateleiras flutuantes

As Fitas de LED criam um efeito visual nas prateleiras flutuantes e são uma adição muito chamativa à iluminação da cozinha. Além disso, a espessura fina destas tiras, graças ao tipo de LEDs que integram, faz delas o complemento ideal para este mobiliário à medida que o destacam.

Há mil e uma ideias, a imaginação é o limite e a iluminação LED permite-nos fazer nós mesmos certos tipos de instalações sem sermos eletricistas especializados.

O que diz, atreve-se a pôr em prática alguma destas ideias?